Quem disse que uma imagem vale mais que mil palavras ainda não tinha ideia de como essa afirmação seria compreendida dentro de uma loja virtual. Se no mundo físico, imagens falam mais que os textos, em uma loja virtual é fundamental ter fotografias de qualidade, que mostrem de forma precisa os produtos que você vende em seu e-commerce. A grande questão é que apesar de querermos ver boas fotos quando estamos comprando algum produto, em nossas próprias lojas virtuais a realidade é bem diferente e a maioria não dá atenção a esse quesito tão importante: fotos de qualidade em lojas virtuais fazem toda a diferença.

Fotografia em e-commerce - imagem: Dimitri Vervirsiotis / Digital VisionEu defendo que o conteúdo é rei e que deve ser trabalhado adequadamente. Não adianta você ter um design bem elaborado e um preço competitivo se o cliente não entende o que você está vendendo e quais as características de seus produtos. A questão de como montar o conteúdo de qualidade em lojas virtuais já foi abordada em um post no ano passado (e prometo que em breve voltarei a falar sobre isso), mas nesse artigo quero falar mais sobre como ter fotos que vendam em seu comércio eletrônico.

Quando pensamos em lojas virtuais, devemos ter em mente que o comportamento do cliente é bem diferente de uma loja física. Se na loja de tijolos e cimentos, o consumidor tem um vendedor para auxiliá-lo e  o produto físico para tocar e conhecer, na loja virtual ele está por conta própria, navegando por si mesmo e confiando nas informações que você disponibilizou na página do produto. Já foi comprovado que a maioria dos visitantes não dá a devida atenção ao texto escrito, que descreve o produto, e reage melhor às imagens. Então, vamos aos pontos fundamentais na hora de preparar as fotos para seu e-commerce:

1) As fotos devem ter uma resolução adequada

Quando se fala em fotos para lojas virtuais, caímos sempre no conflito entre resolução ótima e tamanho do arquivo da imagem. Quanto maior a foto, mais pesada ela ficará e portanto mais tempo levará para ser carregada pelo navegador do cliente. Porém, fotos pequenas, mesmo carregando instantaneamente, são péssimas para que o cliente possa avaliar o produto. Assim, é preciso escolher um meio termo entre um tamanho que carregue rapidamente mas também permita que o cliente visualize imagens de qualidade, sem defeitos. Pra que você tenha uma base, um tamanho interessante para uma imagem gira em torno de 1000 pixels e peso do arquivo em torno de 40 a 70Kb.

2) Mescle fotos abrangentes e detalhistas

Não coloque apenas uma ou duas fotos de seu produto. Não há um número mágico, mas eu recomendo entre 4 e 7 fotos de cada produto, sendo duas genéricas e abrangentes, mostrando o produto como um todo, de frente e de trás, por exemplo, e as outros reforçando os detalhes do produto, de modo que eles possam ser evidenciados e compreendidos pelo consumidor. É claro que os detalhes devem ser relevantes para o potencial comprado e não adianta querer mostrar a imagem de uma placa de especificações (essas informações devem estar listadas na tabela de características, como atributos e não como imagem).

3) Pense em fotos que mostrem o produto sendo utilizado

Essas fotos são mais complicadas e caras de serem feitas mas podem fazer grande diferença na decisão do consumidor. Invista em fotos que mostrem o produto sendo utilizado ou inserido dentro de um contexto. Isso significa que se você vende  televisores, faça uma foto do produto em uma sala de estar, em conjunto com outros elementos que permitam que o cliente entenda como aquele produto poderá se encaixar em sua sala de estar. Se você vende reservas em hotéis, é importante mostrar as pessoas usando suas instalações. Essa contextualização fará a diferença para que o consumidor entenda o que você vende.

4) Coloque seus produtos em um contexto

Se você vê apenas a imagem do produto em um fundo branco é difícil entender qual o seu tamanho e suas proporções. Você pode fazer a maioria das fotos em um fundo neutro, mas tente mostrar seu produto em relação a outro produto conhecido ou ao menos colocar um gráfico com suas medidas para que o cliente entenda exatamente qual é o tamanho do produto.

5) Se for fazer as fotos “em casa”, monte um ambiente para isso

Empresas de pequeno porte normalmente não conseguem arcar com os custos de um estúdio de fotografia profissional para as fotos de seu e-commerce e quase sempre acabam fazendo as fotos por conta própria. Se você optar por essa solução, perca um tempo buscando material sobre como fazer fotos de qualidade, compre uma câmera semi-profissional e monte um mini-estúdio em sua empresa, de modo que ainda que não tenha a qualidade que teria com uma empresa especializada, as fotos possam vender o produto ao invés de afastar o cliente. Ah, e infelizmente, coloque a marca d’água em suas imagens, para evitar que elas acabem no site do concorrente, como sendo próprias deles.

6) Invista em um estúdio para as fotos de seu e-commerce

Mas se você realmente quiser se diferenciar e ter fotos superiores, eu recomendo investir em uma coleção de imagens profissionais. O investimento inicial é um pouco mais alto porém farão a diferença em relação à concorrência. Faça o teste: busque por um mesmo produto em várias lojas virtuais e você verá três tipos de fotografias. A maioria das lojas utilizará as imagens fornecidas pelo fabricante e compartilhadas por várias empresas. Algumas lojas farão suas fotos “em casa” e se sobressairão em relação às primeiras. Mas uma ou duas lojas investirão em fotografias profissionais para seu e-commerce e farão a diferença. Somando as imagens a textos de qualidade, o resultado é inevitável e o posicionamento no Google será a recompensa ao esforço e dinheiro investidos.

E você, tem mais dicas sobre como investir em imagens para sua loja virtual? Os comentários estão abertos! E nós temos parceiros que fazem fotos de seus produtos para sua loja virtual. Entre em contato conosco ou dê uma olhada na nossa página de Parceiros Comerciais.

Fotografias para e-commerce
5 votos, 5.00 média (97% pontuação)
  • Pingback: 9 dicas para fazer fotos de e-commerce | Ambiente de Testes - Wordpress - Gugliotti()

  • Pingback: 9 dicas para fazer fotos de e-commerce | Lojas Virtuais com Magento, por André Gugliotti()

  • Pingback: Otimização de conteúdo no Magento | eCommerce com Magento()

  • Pingback: Gestão de conteúdo em lojas virtuais | eCommerce com Magento()

  • Everaldo Idalgo

    Ola André, boa noite.
    Parabéns pelo Post, bem interessante e motivador.
    Eu sou fotógrafo, tenho bom conhecimento de produto e estou querendo fazer fotografia de produto e-commerce. Existe uma maletinha “Pop Up” da mutu.com.br, em que monta-se um pequeno estúdio portátil. Com ele faria visitas nas lojas e bares oferendo um trabalho de fotografia de produto e alimento que seria entregue no mesmo dia.
    Por favor, me dê umas dicas, sobre fotos 360, que programa utilizo? Eu não tenho site, penso em bater de porta em porta distribuindo meus flayers, mas tbm queria ter espaço virtual. Como poderia começar? Tenho muitas ideias mas não estou sabendo usá-las.
    Se puder me ajudar, agradeço muito. Se precisar de algo tbm estou aqui, ok.
    Muito Obrigado

  • http://www.andregugliotti.com.br/ Andre Gugliotti

    Olá, Everaldo! Também vi essa maletinha da Mutu e achei muito interessante e prática. Para as fotos 360°, há vários softwares. Eu usava um serviço online que saiu do ar. Como não trabalho nessa área, não conheço muito bem as opções. Certamente, o Google pode te responder melhor que eu. Boa sorte!