Nesse novo tutorial do blog, uma série de quatro artigos sobre redes sociais e sua importância para interagir com os potenciais clientes de uma loja virtual. Se quiser saber mais, há outros artigos sobre o assunto, basta pesquisar por redes sociais.

Facebook Commerce - imagem: reprodução

4) Facebook

O Facebook é a principal rede social da atualidade e não dá mostras de que será ultrapassada em um curto espaço de tempo. Então, se há uma rede em que sua empresa precisa estar é o Facebook. Como adiantei no post anterior, sua empresa precisa de uma página de fãs na rede, onde poderá postar conteúdo e reunir seus fãs.

O grande ponto a ter em mente quando se trabalha com o Facebook é que você não deve tentar vender seus produtos diretamente. Por mais que me digam que é possível ganhar dinheiro com Like Stores, lojas virtuais dentro do Facebook, eu ainda acredito na separação entre os objetivos. No Facebook, você vai interagir, conversar com seus clientes, mostrando quem você é e como pode resolver alguns de seus problemas. Na loja virtual, você vende seus produtos.

Sua página de fãs é construída como uma extensão de seu atendimento, como uma extensão de seu esforço de publicidade e vendas. Pense na fanpage como um espaço que deve refletir sua empresa e crie um canal de relacionamento com seus clientes, onde você pode tirar suas dúvidas, mostrar soluções, apresentar tendências, trazer novidades. No meio de tudo isso, em uma escala pequena, você pode apresentar produtos e promoções.

À medida que seus fãs aumentarem, você ganha mais espaço para trabalhar, já que a interação está diretamente relacionada ao número de pessoas que seguem a página. Não se preocupe se no começo você postar um conteúdo e apenas três ou quatro pessoas virem o post, sem nenhum clique. Isso é normal e faz parte do trabalho. Mesmo quando sua fanpage estiver com mil, dois mil fãs, ainda assim a interação será baixa e o número de visualizações de um post dificilmente passará de 200 ou 300 pessoas.

O que vai fazer seu conteúdo ser reconhecido e as pessoas começarem a curtir sua página espontaneamente é a qualidade de seu conteúdo. Você deve partir do princípio que falei antes (conteúdo que ajude o cliente, novidades, sugestões) e ir otimizando à medida que as pessoas interagirem e comentarem. Paralelamente a isso, você pode trabalhar os anúncios, como eu expliquei no post anterior.

Redes Sociais e Lojas Virtuais – parte 3/4
0 votos, 0.00 média (0% pontuação)