Este tutorial está dividido em quatro partes e fala das formas de publicidade para sua loja virtual. Até hoje, não escrevi muito sobre isso aqui no blog e portanto, para saber mais, minha dica é pesquisar artigos sobre o Google Adwords.

Apenas para reforçar, se sua loja é virtual, isso não significa que todos os anúncios que você fizer precisam estar no mundo virtual. Ainda há excelentes oportunidades de anúncios na mídia tradicional e você pode utilizá-las como complemento dentro de sua estratégia, sempre pensando no funil de vendas.

É verdade que você não deve esperar vendas diretamente desse tipo de anúncio, a menos que esteja trabalhando uma promoção agressiva e que conte com uma boa quantidade de pessoas atingidas por seus anúncios. Nos demais casos, anúncios offline devem ser vistos sempre como branding, que não trazem retorno direto, mas contribuem com o reconhecimento da marca e auxiliam na tomada de decisão mais à frente.

Campanhas no Google Adwords - imagem: Fabrice Lerouge/Onoky

5) Anúncios Offline

Quando falamos de anúncios offline, estou falando de todas as possibilidades que anúncios que estão fora da internet e, principalmente, onde não se consegue conhecer a intenção do potencial cliente, fazendo com que esse anúncio seja “um tiro no escuro”. O ponto é que você não precisa atirar a esmo, sem qualquer noção de onde está o alvo. É possível segmentar esses canais e trabalhar com eles de maneira a buscar fixar sua marca em um público-alvo específico, ainda que ele não traga vendas diretamente.

Rádios

Ainda existem centenas de rádios e, se elas não são tão ouvidas como antigamente e se os hábitos de ouvir música estão sendo modificados drasticamente pelos serviços de música sob demanda, elas são uma séria opção para receber seus anúncios. Eu mesmo trabalho ouvindo uma rádio (que existe na vida real, ainda que eu a escute pela internet) e confesso que mesmo sem prestar atenção nos anúncios, acabo sendo impactado por eles, ao lembrar de alguns detalhes dias depois, ao ver o produto.

Se você é pequeno, não faz sentido querer anunciar em grandes rádios, nos horários de pico. Porém, você pode encontrar rádios segmentadas, seja por região, seja por público, que tenham a ver com o produto que você vende e fazer anúncios ali. A ideia é fixar a marca e apresentar-se como uma opção pro futuro. Se a rádio for local, você pode usar uma estratégia que mostrarei a seguir, nos jornais.

Televisão

Não digo mesmo que você deva fazer anúncios no intervalo do Jornal Nacional. Mesmo que a visibilidade seja inquestionável – e ainda é, pense no número de pessoas que ainda assistem o principal jornal da televisão brasileira -, o custo é muito alto para o retorno e a maioria do investimento é desperdiçada. Porém, lembre-se que existem televisões menores no interior (com custos mais acessíveis), televisões via internet e programas segmentados, onde você pode falar com seu público, em uma maneira muito mais próxima.

Jornais

Sim, é verdade que os jornais estão morrendo. Estão morrendo simplesmente porque não souberam se reinventar, não souberam se adaptar a novas formas de obter informação e à infinidade de equipamentos eletrônicos. Posso de novo falar por mim: cresci lendo a Folha de São Paulo, que chegava todo dia de manhã em casa. No entanto, há quase 10 anos (quando me mudei para o Rio Grande do Sul), diminuí sensivelmente o número de vezes que leio jornais impressos e me informo muito mais pelos sites de notícias.

Porém, muitas pessoas ainda lêem jornais e existe um grande número de publicações de circulação local, gratuita, em determinados bairros e cidades do interior. Busque um jornal de sua área geográfica de atuação e procure entender quem são as pessoas que o lêem e o quanto são próximas de seu público-alvo. Pense em anúncios que possam conversar com essas pessoas e converte-las em clientes, mostrando que se trata de uma empresa local.

Em qualquer um dos casos acima, você deve pensar em anúncios que mesclem o conhecimento da marca com a solução de problemas. Não vejo nada de errado em você anunciar suas ofertas e promoções em rádios, televisões e jornais, mas se você fizer apenas isso, não conseguirá atrair a atenção desse público e não conseguirá fixar a marca.

Um último ponto: como se trata de uma loja virtual, é possível medir toda e qualquer campanha. Em cada um dos métodos que você anunciar, utilize um endereço específico, como sualoja.com.br/jornalXYZ, mostrando apenas esse endereço no anúncio e monitorando o número de cliques e demais parâmetros. Se possível, vincule uma vantagem a esse endereço, para que o potencial cliente sinta-se estimulado a guardara URL e utilizá-la para acessar seu site.

Se você utilizar seu endereço comum, a home page de sua página, jamais saberá se esses anúncios offline estão dando resultado. Até poderá ter uma base, pois verá um número maior de acessos diretos ou uma maior pesquisa no Google por sua marca. Isso, porém, não será suficiente para determinar que anúncios estão dando resultado e quais estão tendo melhor performance.

Publicidade em Lojas Virtuais – parte 4/4
0 votos, 0.00 média (0% pontuação)