o tema inicial do Magento Go - imagem: André Gugliotti

Várias pessoas me questionam sobre o Magento Go, pra que ele serve e se é uma boa opção para o lojista brasileiro. Como não utilizo o serviço de lojas sob demanda da Magento Inc., acabo não acompanhando a evolução do serviço e algumas vezes até mesmo me confundo sobre quais funcionalidades estão disponíveis ou não. Pra acabar com isso e ajudar os meus leitores, fiz um cadastro para um free trial do serviço (você também pode testar a sua loja Magento Go sem pagar nada) e agora compartilho com vocês as minhas novas impressões (já havia testado o Magento Go antes, em abril de 2011), boas e más.

1) o Magento Go ainda não está disponível em português

seleção de idiomas no Magento Go - imagem: André GugliottiInfelizmente, o Magento Go conta com os principais idiomas, isso significa o inglês (tanto o americano, como o britânico), o alemão, o francês e o espanhol, além do holandês, mas o português está de fora das opções disponíveis atualmente. Infelizmente, não há nem a opção de “tradução em linha”, onde você pode ir traduzindo os termos diretamente na loja.

2) sua loja não fica refém de apenas alguns temas padronizados

O Magento Go permite a seleção de 35 temas diferentes; apesar de alguns deles serem “mais do mesmo”, com poucas modificações, há uma gama grande de opções e que podem ser ainda mais personalizadas com a inserção de um arquivo de estilos próprios de CSS. Essa possibilidade abre caminhos pra inserção de temas exclusivos, mesmo em um serviço de locação de lojas como o Magento Go. Mais: você pode fazer o mesmo com arquivos de Javascript, fazendo o upload de seus próprios arquivos para o servidor

Além disso, uma função que estará presente no Magento 2 sempre esteve disponível no Magento Go: a possibilidade de mudar parte dos elementos de uma página de lugar com um “arrastar e soltar”. É uma evolução do modo atual (que faz a modificação do posicionamento dos blocos via XML) através de um editor gráfico. Não posso dizer que não é preciso ter nenhum conhecimento de HTML e CSS ou usabilidade e design para construir um tema Magento, mas no Magento Go não é difícil construir seu tema personalizado, ainda mais se você contar com a ajuda de um especialista em Magento.

3) você pode estender o software de forma fácil usando os Add-Ons

O Magento Go traz uma integração ainda melhor ao Magento Connect, no menu Add-Ons. Através dele, você pode instalar módulos e temas disponíveis no Connect, tanto gratuitos como pagos, de uma maneira ainda mais simples que na Community Edition. Basta ir até o Magento Connect, buscar por extensões compatíveis e clicar em “Get Now”. Todo o processo é fácil e transparente e no final a extensão já estará disponível para uso em loja Magento Go.

O problema aqui é que boa parte dos módulos no Magento Connect não foi portada para o Magento Go. Eu consegui instalar o módulo de planilha de fretes Matrix Rate, da WebShopApps, mas não encontrei nenhum módulo dos meios de pagaemnto ou envio usados no Brasil.

arrastando so elementos do layout no Magento Go - imagem: André Gugliotti

4) você não pode utilizar meios de pagamento comuns no Brasil, nem os meios de entrega

Exatamente porque eles não foram portados para o Magento Go, não é possível utilizar nenhum dos meios de pagamento comuns no Brasil, como PagSeguro, Moip, Pagamento Digital ou iPagare. O mesmo vale para módulos de cálculo de frete como o do Pedro Teixeira, que faz o cálculo do envio pelos Correios.

5) você pode vender usando o PayPal

Mas atenção! Eu não testei o método e suas configurações. Olhando as opções, eu posso afirmar quase com certeza de que é possível configurar a loja para vender em reais, usando sua conta do PayPal no Brasil. Agradeço se algum dos leitores já estiver fazendo isso e puder confirmar nos comentários.

6) você tem acesso pleno aos webservices do Magento

Isso significa que você pode integrar sua loja Magento Go a outros sistemas como ERP, CRM ou Gerenciador de Newsletters, da mesma forma como faria em uma loja Magento própria. Você também desenvolver seus próprios métodos para conectar outros softwares à loja Magento Go e extrair ou inserir os dados necessários. A única restrição é que você não pode estender a API, caso necessite de funções que não venham na versão original.

7) você tem acesso à maioria das configurações de sistema do Magento

No Magento Go, boa parte das opções de configuração estão disponíveis, permitindo um ajuste fino de sua loja, diferente de outros provedores de lojas alugadas que restringem às configurações mínimas e impedem o crescimento de sua loja virtual. Isso também vale para funcionalidades como multi-usuários, com cargos, permitindo que você crie regras de acesso e e separe o que cada um dos departamentos de sua empresa pode acessar, ao invés de compartilhar o único usuário com acesso administrativo entre toda a equipe.

Resumindo: para quem é mais experiente, só não é possível usar o Magento Go no Brasil por causa da localização em português e da ausência de integração com os Correios, principal transportador brasileiro. Ter só o PayPal como opção de meio de pagamento atrapalha, mas não o impede de usar o serviço. Isso não será difícil de resolver e ficará perfeito com atendimento também em português e preços em reais. Quem sabe em breve!

Analisando o Magento Go
1 voto, 4.00 média (82% pontuação)
  • Felipe Antunes

    Eu gostaria de incluir no meu site, serviços de aluguel de loja virtual, igual a uol host, etc. Da para fazer isso apenas com o Magento Go? Onde baixo o Magento Go? Nunca achei hahaha. Eu pensei em fazer com o Community e limitar algumas coisas, etc.