Uma imagem vale mais que mil palavras e um vídeo vale mais mais que mil imagens. Acompanhe esse primeiro tutorial de 2017, como sempre em quatro artigos. Para saber mais, basta pesquisar sobre fotografia aqui no blog.

A maioria dos lojistas simplesmente vai ignorar o que vou apresentar nos quatro artigos desse tutorial. Esses lojistas acreditam que é mais fácil pegar as imagens do catálogo do fabricante, usando as mesmas fotos que o fabricante fornece e tantas outras  lojas. Eles também acreditam que dá muito trabalho fazer as próprias fotos ou que isso não é necessário, às vezes nem mesmo ter fotos é necessário.

Fotos para Lojas Virtuais - imagem: Michael Blann/Stone

Porém, para você que dá valor às fotos e tem dúvidas sobre como preparar suas imagens, esse tutorial vai ajudá-lo. Você vai perceber que é sempre bom contar com a ajuda de um profissional, mas se a verba é curta, você pode, com poucos elementos e uma dose de boa vontade, fazer excelentes fotos para seu catálogo de produtos.

1) Equipamento

Vamos começar pelo começo. Para fazer boas fotos, você precisa de um equipamento decente. Por decente, não quero dizer um equipamento caro ou mesmo um estúdio profissional. Se você pesquisar no Youtube, há até mini cursos que ensinam a fazer fotos profissionais usando um “simples” iPhone.

O que quero dizer é que pra fazer boas fotos de seus produtos não basta um smartphone e sair clicando. É preciso uma preparação prévia e um equipamento mínimo, além de algum conhecimento. O conhecimento, não conseguirei passar, pois não sou especialista, mas se você tiver força de vontade encontrará diversos cursos e tutoriais gratuitos. Para a parte da estrutura, vou passar por três pontos, de modo a dar uma noção geral.

Montando um mini estúdio

Não é difícil montar um mini estúdio, até mesmo com fundo infinito. Você encontra tudo que precisa na papelaria e/ou casa de materiais de construção mais próxima de você. Para produtos grandes, você pode escolher um canto de seu escritório e montar uma estrutura de suporte com canos de PVC e uma lona ou tecido branco. Para a base do produto, uma caixa de papelão reforçada e revestida com o mesmo tecido branco será suficiente.

Para produtos menores, você pode montar uma tenda com perfis de alumínio e revestir com tecido branco. Para o fundo infinito serve uma pedaço de cartolina curvada, de modo que seja feita uma rampa curva entre o piso e o fundo da tenda. As laterais são fechadas e você posiciona a câmera na frente da tenda.

O mesmo vale para materiais muito pequenos, como joias e bijuterias. A cor do tecido e do fundo pode variar, mas procure cores claras e que permitam um bom contraste entre o produto e o fundo, como o branco, o cinza e o bege. Se for o caso, você pode ter mais de um cor e utilizar fundos diferentes conforme o produto a ser retratado.

Esscolhendo uma câmera

Como disse, um bom smartphone pode ser seu aliado enquanto você não tem dinheiro para comprar uma câmera de qualidade, mas não queira usá-lo para sempre. À medida que sua empresa cresce, separe uma verba para investir nesses equipamentos. Além disso, por experiência, um smartphone tem uma câmera muito boa quando ele é novo. Com o passar dos meses, creio que a lente vá ficando suja e embaçada, fazendo com que as fotos não sejam mais tão nítidas como antes.

O interessante é que câmeras profissionais, aquelas com lentes Reflex, estão cada vez mais populares e com preços bem acessíveis. Se você se preparar e pesquisar, consegue encontrar boas câmeras da Canon e Nikon por valores abaixo dos R$ 1.500,00. Parece caro, mas é bem menos do que custavam antes e, acredite em mim, fazem uma grande diferença nas imagens.

Procure câmeras em que você possa trocar as lentes e acoplar acessórios, como filtros. Se no começo você restringir-se à lente que vem com o equipamento, no futuro pode querer dar novos passos, sem perder o equipamento.

Em relação ao uso, as câmeras costumam contar com programas automáticos, em que basta selecionar o tipo de foto como esporte, retrato, noturno, automático, etc, para que ela mesma se encarregue de todas as configurações. Depois que você tiver aprendido mais sobre ela, poderá brincar com o modo manual.

Acertando a iluminação

Uma coisa que me ensinaram e confirmo que é verdade: o grande truque da foto está na iluminação. Você deve gastar um tempo preparando a iluminação do set, testando as fotos com arranjos diferentes de luz, de modo a capturar o melhor balanço entre luz e sombra, realçando as características de seus produtos.

Na hora de montar seu mini-estúdio, cuide para que não haja iluminação direta sobre o produto. Você consegue isso fazendo com que a luz reflita no fundo branco ou então colocando um filtro após a lâmpada, usando tecido. Verifique qual é o melhor arranjo, quantas fontes de luz serão necessárias e qual a melhor posição para elas. Ah, flash direto sobre o produto é proibido!

Vídeos e Fotografias em Lojas Virtuais – parte 1/4
0 votos, 0.00 média (0% pontuação)