É preciso sempre monitorar e compreender o que está acontecendo em sua loja. Este tutorial fala de como lidar com as estatísticas de sua loja virtual e o que você deve prestar atenção para otimizá-la e vender mais.

Para completar esse tutorial sobre monitamento e estatísticas, decidi falar um pouco sobre remarketing. Ainda que não seja um assunto diretamente relacionado, é interessante pensarmos um pouco sobre quando e como essa técnica deve ser usada e que tipo de cliente pode ser impactado.

Marketplaces - imagem: Matthias Tunger/Digital Vision

Remarketing

O remarketing é a técnica de “perseguir” um visitante com seus anúncios, tentando manter sua marca na cabeça dele ou apresentando promoções buscando convencê-lo a concluir um pedido iniciado em sua loja virtual. Dessa forma, o primeiro ponto a compreender é como isso acontece.

Quando um visitante passeia pela sua loja virtual, você pode marcá-lo com uma etiqueta, um sinal que identifique que ele passou por suas páginas e, se desejado, cumpriu determinadas tarefas, como colocar um produto no carrinho ou iniciar o processo de checkout. Com isso, a partir de anúncios configurados especificamente para isso, é possível exibir sua marca e suas promoções para aquele mesmo visitante, quando ele entrar em outros sites.

Certamente isso já aconteceu com você: ao entrar em uma loja virtual, passou a ser perseguido por ela, com seus anúncios sendo exibidos em diversos outros sites. A ideia é essa e pode funcionar, se você souber configurar corretamente as campanhas e não exagerar. Sim, porque se você ficar mostrando sua marca e suas promoções com uma frequência muito alta ou por um tempo muito longo,o efeito será oposto. O cliente irá se cansar e seu cérebro não processará mais sua marca.

As ideias para suas campanhas de remarketing passam por:

  • Não configure anúncios para todo e qualquer visitante de seu site – uma pessoa pode ter entrado por engano ali e você terá apenas um desperdício de anúncios sendo exibido para alguém que não dá a mínima para você.
  • Separe os clientes conforme o funil de vendas – procure segmentá-los a partir de sua origem, número de páginas vistas, tempo de permanência. Com base nisso, você pode pensar em anúncios que falem com diferentes tipos de clientes, oferecendo uma mensagem mais coerente e com mais chances de trazer resultado.
  • Monitore os clientes que chegaram ao carrinho de compras e ao checkout – configure campanhas que tentem trazer esse cliente de volta ao caminho da compra.
  • Não abuse das promoções – muitas lojas fazem promoções específicas nas campanhas de remarketing. Se seu cliente perceber isso, poderá começar a abandonar carrinhos apenas para obter vantagens.
  • Pare de persegui-lo depois que ele concluir o pedido – não apenas para que ele não fique vendo sua marca a todo instante depois de ter feito a compra, mas para evitar que ele receba um cupom de desconto logo depois de ter pago o preço cheio.

O interessante é que, se bem feitas, as campanhas de remarketing cumprem um ótimo papel na recuperação de carrinhos abandonados, onde o cliente coloca produtos no carrinho e, por um motivo qualquer, sai dele para fazer outra coisa, sem nunca voltar.

Monitoramento é uma função importante da gestão de uma loja virtual. Concluo esse tutorial reforçando: invista algum tempo para analisar e entender o comportamento de seus clientes e trabalhe para solucionar os problemas que podem estar impedindo suas vendas. É um processo longo que se paga com certeza.

Monitoramento e estatísticas em lojas virtuais – Bônus
0 votos, 0.00 média (0% pontuação)