Empresas versus Freelancers - imagem: Vgajic/E+Pelo título, vocês já percebem que esse post tem tudo para ser polêmico, mas ainda assim vou arriscar. Mais do que colocar uma opinião, a ideia é fomentar o debate e auxiliar aqueles que estão em dúvida sobre quais caminhos podem ser seguidos. A polêmica é: vale a pena ser um desenvolvedor freelance em Magento? O quanto é viável largar o seu emprego para estabelecer um pequeno estúdio de desenvolvimento de lojas virtuais em Magento? O quanto é válido empregar-se em uma empresa ou agência de desenvolvimento, seja ela de pequeno, médio ou grande porte?

Não creio que no final desse post teremos as respostas, mas como disse, o fundamental aqui é começar uma discussão e buscarmos uma base melhor para as lojas virtuais que serão feitas daqui pra frente.

Como sempre há pessoas novas chegando aqui no blog, vale a pena eu reforçar: eu não sou desenvolvedor e não faço lojas Magento. Meu foco é consultoria e treinamento e não encosto a mão em linhas de código. Porém, sou empreendedor há 13 anos e sempre preferi criar os meus empregos a buscar colocações em empresas maiores. Por isso, posso falar com conhecimento de causa: acho ótimo ser empresário, pretendo continuar sendo, mas a vida não é o mar de rosas que parece pra quem olha de fora.

Há pessoas que querem ser empreendedoras mas não estão preparadas para isso ou não estão dispostas a abrir mão da segurança que um emprego fixo traz. Outras pessoas até gostariam de serem empregadas mas não conseguem abrir mão da liberdade que ser empreendedor traz. Sempre haverá pessoas talhadas para serem empresárias e pessoas que querem passar a vida como empregados porque é assim que se sentem bem. Isso não quer dizer que você não possa ser um empregado com visão empreendedora assim como você não será infeliz se não conseguir abrir sua empresa só porque “todos os seus amigos estão fazendo isso”.

Pra montar esse post, eu conversei com quatro empresários: o Eduardo Arsani, da Bull Marketing, o Fábio Rodrigues, da Diamix, o Fábio Castro, da Connectro e o Vinicius Pessin, da e-Smart. Achei melhor colocar as ideias em tópicos para que vocês possam confrontar os pós e contras de ser um desenvolvedor freelance no Magento. Vamos a eles:

Vantagens de ser freelance

  • você não tem compromisso com o relógio de ponto e pode trabalhar na hora que quiser
  • você faz o seu salário
  • provavelmente, o seu salário será maior, pois a sua estrutura pode ser menor do que em uma empresa
  • você tem liberdade para definir seus projetos
  • você consegue trabalhar com coisas diferentes, pois o campo de atuação é maior

Desvantagens de ser freelance

  • se você não trabalhar, não vai ter salário; ou seja, esqueça ficar doente ou querer viajar sem ter uma reserva para isso
  • mesmo sendo freelance, a liberdade tem limite pois quem dá os limites são seus clientes
  • sua responsabilidade é muito maior
  • você precisa entender de todo o processo e muitas vezes executar todo o processo, o que faz com que a necessidade de conhecimentos tenha que ser maior
  • se você não montar uma boa rede de parceiros, você não terá a quem recorrer caso precise

Na outra direção, existe a possibilidade de você se colocar em uma empresa e trabalhar dentro de uma equipe. O mercado de Magento está sedento por bons profissionais e com vagas abertas para quem tem qualificação e está disposto a trabalhar duro e continuar evoluindo. Novamente, vamos aos tópicos:

Vantagens de estar dentro de uma empresa

  • você terá um salário no final do mês (e empresas sérias vão pagar em dia)
  • muitas empresas já aboliram o horário fixo e você pode definir como vai trabalhar, muitas vezes podendo trabalhar até mesmo em casa
  • você compartilha experiências com os colegas da equipe e consegue chegar mais rápido às soluções
  • você pode se especializar e ser realmente bom em uma ou duas áreas, ao invés de ter que conhecer todo o processo a fundo

Desvantagens de estar dentro de uma empresa

  • as possibilidades de ganhos são dadas pela empresa e durante o ano a flexibilidade de aumentar as receitas é menor
  • se você quiser turbinar seus recebimentos, precisará recorrer a freelas e isso significa perder noites e fins de semana
  • se suas ambições não estiverem em sintonia com a sua empresa, ir trabalhar todos os dias será algo difícil

E você, qual é sua opinião sobre esse assunto polêmico? Vale a pena ser desenvolvedor freelance em Magento ou é melhor se colocar em uma empresa? Comentários abertos.

Vale a pena ser desenvolvedor freelance?
2 votos, 3.50 média (75% pontuação)