No começo do mês, eu escrevi falando sobre como trabalhar as páginas de destino em sua loja virtual. Na maioria das lojas virtuais, a home page ou página inicial responde por uma parte expressiva do tráfego na medida em que ela normalmente é bem indexada, mas também recebe boa parte do tráfego direto (os usuários que digitam o endereço da sua loja no navegador ou que tem ele guardado em seus favoritos) ou tráfego de referência (usuários que clicam em links para o seu site em outros sites e blogs). No entanto, para o Google, toda página da sua loja virtual é uma potencial candidata a ser exibida nos resultados orgânicos e por isso deve receber a sua atenção.

Agora, eu quero falar um pouco de landing pages ou páginas de destino especificamente no Magento. Ele já traz ferramentas nativas para gerenciar esse tipo de variação, diretamente a partir do painel de administração, facilitando muito a vida dos analistas e gerentes de loja, mas que quase sempre são esquecidas (por não saber que existe a possibilidade ou por não saber que essa possibilidade pode trazer mais retorno para sua loja virtual).

1. Página de categorias tradicional do Magento

Se você não fizer nenhuma modificação, a página de categorias no Magento aparecerá como a imagem abaixo. Ele pegará e listará os produtos que estão incluídos naquela categoria, conforme o modelo padrão, de 3 colunas, com os filtros logo acima. Não digo que essa configuração seja ruim e até defendo que ela possa ser usada sem problemas no segundo nível de categorias, quando o consumidor já está em um passo mais restrito de sua busca por produtos, mas nos níveis superiores, onde o consumidor ainda não sabe bem o que está buscando, a forma de exibição padrão com muitos produtos e filtros acaba por confundi-lo e pode fazer com que desista e volte pro Google.

página de categorias convencional  no Magento - imagem: demo.magentocommerce.com

 

2. Incluindo um bloco estático no topo da listagem de produtos

Uma saída bem simples e rápida é fazer uso de blocos estáticos para inserir banners personalizados no alto das categorias. Você pode colocar um banner contando visualmente para o cliente o que ele vai encontrar naquela categoria e até mesmo inserir links para sub-categorias ou exibir produtos em destaque. A construção disso é feita em HTML comum (embora você também possa fazer uso do XML onipresente no Magento), através do editor WYSIWYG, usando os blocos estáticos do menu CMS.

Depois disso, é só ir na página da categoria no painel de administração, buscar “Display Settings” ou “Configurações de Exibição” e modificar para “Bloco Estático e Produtos”, selecionando também o bloco estático desejado. Isso é uma perfumaria apenas, mas já pode fazer uma pequena diferença e auxiliar na inclusão de conteúdo dentro da página de categorias.

página de categorias com bloco estático no Magento - imagem: demo.magentocommerce.com

3. Criando uma página de categorias totalmente customizada

Agora, se você quiser fazer o negócio direito, monte uma landing page específica para cada departamento, com conteúdo totalmente customizado, praticamente criando uma nova home page para cada um deles. Você pode fazer isso usando o bloco estático, da mesma forma como feita no item anterior, mas construindo manualmente toda uma nova página, onde o visitante irá ter informações sobre os produtos e sub-categorias dentro daquela categoria, ver os destaques, as promoções e aí sim ser levado para uma navegação muito mais segmentada.

Depois de criado o bloco estático, é só ir na página de edição da categoria, no painel de controle, e selecionar “apenas o bloco estático”, selecionando o bloco estático desejado. Esse tipo de página é muito mais amigável para o consumidor e direciona sua navegação na direção desejada pelo lojista, de modo a converter mais.

landing page totalmente customizada no Magento - imagem: demo.magentocommerce.com

Trabalhando com as landing pages no Magento
3 votos, 5.00 média (96% pontuação)