Carreira em Magento Commerce - imagem: valerianakamura.wordpress.comQuinze dias atrás, fizemos o primeiro evento oficial de Magento no Brasil! Contamos com a participação (ou uma tentativa de participação) do Marcelo Negrini, novo Head de X.Commerce/Magento para o Brasil, sendo apresentado para a comunidade como o novo maestro no desenvolvimento do mercado brasileiro e se preparando para grandes jornadas por aqui.

Durante e após o evento surgiram várias perguntas (e há algumas mais técnicas que eu devo responder em um post separado), mas a maior parte delas gira em torno de um único tema: “Carreiras em Magento”. Vou tentar responder especialmente os questionamentos da Vivian, da Lea e do Jefferson dando o meu ponto de vista sobre como seguir carreira focado em Magento Commerce. Já falei sobre isso em outro post , chamado “Por que vale a pena basear sua carreira em Magento Commerce” e recomendo a leitura, mas vou tentar ser mais incisivo agora.

É fato e não preciso argumentar muito para convecê-los disso: o comércio eletrônico cresce exponencialmente e não dá sinais de diminuir seu ritmo nos próximos anos. As pessoas ganham confiança nas lojas virtuais, percebem que existem lojas sérias, que cumprem o que prometem e podem ter ótimas opções de produtos e serviços, com preços melhores que no mercado tradicional. O cartão de crédito se populariza, as pessoas têm dois, três, às vezes quatro cartões e começam a perceber também que é seguro usá-los para pagar suas compras. A internet se dissemina e caminhamos para um ponto onde todas as casas terão internet (e todas as empresas também). Se as pessoas já estão na internet, é absolutamente natural que elas também passem a comprar pela internet…

Para que isso aconteça é preciso que as empresas estejam abertas e preparadas para isso. Não vou entrar no mérito aqui sobre quem terá sucesso no e-commerce, pois não caberia no assunto e muito menos no espaço. Se é fato que o e-commerce vai continuar crescendo, também é fato que as empresas precisarão de lojas virtuais, sejam elas simples perfis no Mercado Livre, sejam lojas alugadas sejam lojas próprias. Em qualquer uma das três escolhas, serão precisos profissionais para orientar a estratégia, gerenciar as operações, desenvolver e melhorar as lojas virtuais, trabalhar nas implementações e analisar estatísticas e perfis comportamentais. São muitos campos diretamente ligados ao e-commerce em que serão necessários profissionais e que requer desenvolvimento pessoal e profissional.

Se você quer basear sua carreira em Magento, você pode:

a) focar na estratégia (é a minha área): não é necessário reinventar a roda, o Magento já está pronto e continua sendo melhorado (em breve teremos o Magento 2, além do próprio X.Commerce, que segundo John Donadoe, CEO da eBay, deve proporcionar uma revolução no e-commerce e pelo que se apresenta, eu acredito nele). Se já temos o Magento, é preciso entender como ele pode ajudar as operações de lojas virtuais e como usar suas ferramentas para vender mais e fazer a empresa crescer.

Na palestra “Vendendo Mais com o Magento Commerce” eu mostro algumas desssas características, mas é apenas uma palestra, resumida e condensada. Cada operação é única e assim precisa ser encarada. Cada empresa tem suas particularidades, suas formas de trabalho, seu modo de atingir o público, seus objetivos. A maioria das empresas não está preparada pra vender na internet e precisa de orientação. Precisa que se mostrem as possibilidades e que alguém as auxilie. O Magento sozinho não faz isso, é preciso um profissional preparado.

b) focar na implantação de lojas virtuais com Magento Commerce: o Magento em si está pronto, mas ele precisa ser personalizado. Não fosse assim, todas as lojas seriam iguais. Essa é a grande vantagem do Magento; o chassi e a mecânica estão prontas, liberando tempo dos profissionais para desenvolver carrocerias personalizadas e recheá-las com acessórios, criando lojas únicas. Essa talvez seja a área mais crítica hoje, porque não temos profissionais em desenvolvimento disponíveis e especialmente é difícil encontrar profissionais que compreendam o Magento, desenvolvam seguindo as boas práticas e ainda consigam ir além implementando soluções próprias.

c) focar no desenvolvimento de módulos para Magento Commerce: assim como na implantação, a parte de desenvolvimento engloba a construção de novas funcionalidades, seja para uma loja específica, seja para um grupo de clientes, seja pra vender via Magento Connect ou qualquer outro meio de distribuição. O Magento é a base e as possibilidades são infinitas. Há muita coisa pra se fazer, muitas funcionalidades a se acrescentar e o mercado ainda é incipiente.

d) focar na gestão da loja virtual: depois de pronta, a loja não anda sozinha. Ela precisa ser gerenciada, tanto na questão dos pedidos, como no catálogo de produtos, atendimento ao cliente, marketing, promoções, decisões em relação a estoque, produtos à venda e tantas outras que fazem parte do dia-a-dia de uma loja virtual (assim como de uma loja física). É uma área promissora e maior será quanto maior for a concorrência, pois serão necessárias decisões rápidas e sábias, além de otimizações constantes em suas operações

Acho que vale uma última área, que na verdade é uma derivação do item a, da estratégia. O consumidor é o centro de uma loja virtual! É pra ele que uma loja é feita, é ele quem compra, o consumidor é o destinatário final de todos os nossos esforços e é ele quem devemos atender. O Magento possui uma série de relatórios nativos que somados a uma conta no Google Analytics trazem uma coleção de estatísticas infindável. Os números por si só nada representam, são apenas dados. Transformá-los em informação depende dos olhos humanos, mas transformá-los em conhecimento dependerá da experiência dos profissionais que analisarão as estatísticas e formarão a base necessária para as melhores decisões.

Se você quer seguir carreira no Magento Commerce, a hora é agora! Comece a estudar, monte um plano de trabalho, reflita sobre qual a melhor área, qual segmento você é mais identificado. Leia, procure cursos, busque material e principalmente, busque pessoas que possam te ensinar. Só não se esqueça que antes de tudo isso é preciso uma coisa ainda maior: vontade de querer ir pra frente e não ter medo de quebrar a cara! O tempo vai dizer se as coisas que eu escrevi aqui se tornaram realidade ou se eu errei redondamente.

E você? O que diz disso? Coloque seus comentários aí embaixo, fale no Facebook, siga no Twitter. Vamos discutir as possibilidades de uma carreira em Magento Commerce.

Dá pra seguir carreira no Magento Commerce?
1 voto, 5.00 média (92% pontuação)
  • http://www.facebook.com/andregugliotti Andre Gugliotti

    Reforçando: esse post atendeu às perguntas da Vivian e da Leatrice, além do Jefferson. Na semana q vem eu devo responder às três outras perguntas q ficaram faltando.

  • Pingback: Dá pra seguir carreira no Magento Commerce? | blog do André Gugliotti | Ricardo E Almeida()

  • http://www.facebook.com/luizrauber Luiz Henrique Rauber Rodrigues

    excelente… crescimento compartilhado all 😉

  • Roberto

    André, nos dê, por favor, dicas de bons cursos em Magento. Quem sabe um post sobre uma trilha de aprendizado? Valeu, seus posts são muito bons.

  • http://www.andregugliotti.com.br André Gugliotti

    @Roberto
    Ainda não consigo indicar cursos no Brasil, mas há bons webinars na Magento U, além de livros na Amazon.
    Qto à sugestão está anotada! Continue acompanhando o blog em 2012.

    Obrigado a todos q elogiam o blog e aumentam a minha responsabilidade de escrever bons posts!

  • http://ricardomartins.net.br Ricardo Martins

    Os dois artigos são excelentes. Estou desenvolvendo em magento há 2 meses +/- e o material realmente é escasso. Investi na compra de 3 livros na amazon e num curso online em video, e a ferramenta é mesmo excelente. Espero ver mais eventos sobre magento no Brasil em breve.
    Sucesso com o site!

  • http://WWW.DICASXADREZ.COM Raquel Coelho

    Olá, sou novata nesse ramo, mas estou aprendendo muito com seu site. Basicamente os custos que teremos com o magento é o da hospedagem e do domínio certo?
    Você poderia criar alguns artigos focando os iniciantes?

  • http://www.andregugliotti.com.br André Gugliotti

    @Raquel,
    Se vc for desenvolvedora (ou ao menos tiver uma boa noção de web, desenvolvimento e instalação), sim, teus custos fixos serão só de hospedagem e domínio. Se não, aí tem outros custos, afinal opensource não quer dizer “de graça”.

    Sugestão dos posts anotada. Porém, há muito material no Escola Magento e na Comunidade Magento.
    Talvez o q eu fosse escrever já esteja lá e muito melhor! 😀

  • http://www.plugadosweb.com.br FABIO LUIZ REGIS

    PARABÉNS PELA MATÉRIA, GOSTEI MUITO… OBRIGADO POR AJUDAR QUE QUER REALMENTE ENTRAR NESTA PLATAFORMA MAGENTO, GOSTARIA DE SABER COMO ENCONTRAR ESCOLAS SOBRE MAGENTO PARA PODER COMERCIALIZAR ESTA PLATAFORMA, VOCE ESTA REALMENTE COM RAZÃO TEM QUE ESTUDAR MUITO PARA NÃO ACABAR QUEIMANDO UMA PLATAFORMA TÃO BOA E ADMINISTRAVEL,…

  • http://www.andregugliotti.com.br André Gugliotti

    @Fabio,
    Fique de olho aqui no blog. Não posso recomendar cursos de Magento no Brasil pq eles praticamente não existem, mas parece q em breve isso vai começar a mudar.