Na semana passada, eu comecei essa série de dois artigos falando sobre como formar um time de Magento. Para ler o primeiro post, clique aqui.

Formando um time de Magento - imagem: Bob Winsett/PhotolibraryNesses dois anos em que eu me dedico à consultoria em lojas virtuais Magento, algumas empresas solicitaram propostas para que eu as ajudasse a formar um time de profissionais Magento. Como eu disse antes, infelizmente nenhuma delas avançou ou se destacou – e não, eu não digo que o fato de não ter contado com a minha consultoria afetou isso. A grande questão é que ao começar a trabalhar com o Magento, as empresas esperam muito, querendo um retorno alto e rápido, mas não querem investir tempo e dinheiro na formação de suas equipes.

Mas há solução! É possível formar um time de Magento se algumas etapas forem cumpridas, com a clara ideia de que nada acontece sozinho e que um time precisa ser integrado, trabalhando junto.

1. Investir no gerente de contas

O gerente de contas é o profissional que fará a ponte entre o cliente e o time de desenvolvimento. Você pode chamá-lo de analista de atendimento, gerente de contas, desenvolvedor líder ou até mesmo ser o próprio dono da empresas, mas esse profissional precisa ser bem escolhido, pois ele será a cara da empresa para o seu cliente. É com ele que o lojista conversará a maior parte do tempo e ele será o responsável por garantir que o lojista seja bem atendido e receba o que foi combinado.

Esse cargo não deve ser ocupado por um iniciante ou por alguém que não entenda de e-commerce. O gerente de contas deve ser capaz de fazer a ponte entre o lojista, seu time de marketing (mesmo que seja uma pessoa só ou uma agência terceirizada) e seu time de desenvolvimento. Também deve ter uma visão macro do Magento, sabendo quais são suas funcionalidades e como ele pode ser estendido, o que dá pra fazer logo ao tirar da caixa e o que precisa de desenvolvimento (e investimento) extra.

2. Investir em um desenvolvedor líder

Não dá pra fazer um time de Magento com um único desenvolvedor. Se você realmente quer crescer, é preciso pensar em um time de 3 a 5 pessoas, para atender a uma demanda de 6-10 novas lojas virtuais por mês. O seu time tem que começar por um líder e se ele não estiver dentro de sua equipe, você tem que buscá-lo no mercado. Esse desenvolvedor não precisa dominar todas as nuances do Magento, mas ele precisa entender todo o processo de desenvolvimento e saber resolver os problemas que aparecerem, ainda que não tenha domínio sobre a solução. O Magento é interessante nesse ponto porque mesmo que você não o domine, a partir do momento em que você compreende o funcionamento é facil ir atrás de uma solução, ainda que ela tenha que ser criada do zero.

Esse profissional deve ter a capacidade de liderar – e apesar de parecer óbvio, vemos muitos líderes de equipe que não conseguem gerenciar a si mesmos – e principalmente a capacidade de fazer as coisas acontecer no prazo. Aliás, prazo é um outro grande gargalo que deve ser trabalhado.

3. Estruturar as rotinas e prazos

Estou acostumado com empresas que prometem prazos e não cumprem, assim como é normal alguém me falar que uma loja Magento levou 6 meses para ficar “pré-pronta”. Isso não deveria ser assim. Em um dos capítulos do livro “Lojas Virtuais com Magento“, que será lançado nesse mês de maio, eu abordo a parte de contratação de empresas para o desenvolvimento. Se você quer vender lojas Magento, você deve estar preparado para ter métodos, rotinas, processos e prazos. Uma vez estruturados os requisitos da loja virtual, é perfeitamente possível que uma loja vá pro ar em 60 dias, com todos os requisitos cumpridos.

Para isso, é preciso ter um caminho a seguir e os recursos precisam estar organizados. Se a empresa como um todo não dá valor a métodos e prazos, não adianta querer prometer as coisas para o cliente, porque invariavelmente isso não será cumprido.

4. Invista em seu time de desenvolvimento

Se os três itens anteriores estiverem organizados, o time de desenvolvimento será o mais fácil de lidar. Como eu disse, um time de uma pessoa não é um time e você deve pensar em uma equipe de 3 a 5 pessoas. Dentro dessa equipe, mescle profissionais novos, que estão começando no Magento com alguém que já tenha conhecimento (além do desenvolvedor líder). Faça reuniões de aprimoramento, coloque seu time para ensinar coisas novas uns para os outros, incentive a fazer cursos e a compartilhar conhecimento. Mostre para eles o quanto é importante avançar em suas capacidades e tornar-se um profissional melhor.

Montar um time de Magento é difícil, mas de um tempo pra cá, mantê-lo tem se mostrado muito mais complicado. Não vou entrar na discussão sobre isso ser reflexo da Geração Y, Z, K ou Q (eu acho que não, as dificuldades de gerenciamento de times hoje são as mesmas de 30 anos atrás), mas se o respeito e a motivação não vem de cima, é muito difícil segurar um funcionário.

5. Posicionar-se como especialista em Magento

Há muitas empresas que desenvolvem lojas em Magento no Brasil. Mas poucas realmente são especializadas. E quase nenhuma faz disso um grande diferencial. O mercado pede empresas que desenvolvem lojas usando a plataforma e é possível basear-se e crescer sobre o Magento. Um dos patrocinadores do Bargento percebeu isso em 2012, quando decidiu apoiar o evento. Ele atrelou sua marca ao Bargento e mostrou que apoia o software e que quer ajudar o mercado a se desenvolver.

Quando você perceber que sua equipe está pronta para novos desafios, firme-se como especializado em Magento e mostre ao mercado o porquê disso.

6. Entender que tudo isso leva tempo

Sua equipe não vai ser formada em um mês, nem estará hábil par construir lojas de grande porte em um semestre. Você como empreendedor ou responsável pelo comercial não pode sair vendendo o que não tem capacidade de entregar, nem o gestor de contas pode prometer algo que não está em condições de cumprir porque sua equipe ainda não está pronta. A maioria das empresas entra em uma competição desenfreada sem ter condições de atender ao que está sendo vendido. O resultado disso: stress e fracasso.

Se você fizer um planejamento de médio e longo prazo e focar em sua equipe, pode acreditar que o resultado vem antes do que você imagina. E você, como é a empresa em que você trabalha? Alguma dica para quem quer crescer em Magento?

Como formar um time de Magento – parte 2
1 voto, 5.00 média (92% pontuação)