Um ano e meio atrás eu escrevi um post sobre como encontrar profissionais em Magento. É impressionante que em um ano e meio a coisa melhorou, mas ainda falta muito pra chegar a um nível aceitável. A plataforma não é mais nova (o Magento tem 4 anos já), atingimos o número de 12 Magento Certified Partners (sendo duas Industry), há casos de sucesso no Brasil e um maior número de eventos e cursos para quem quer aprender e se especializar no Magento.

Mas como o mundo está longe de ser perfeito, ainda há uma série de detalhes e cuidados que se deve tomar ao contratar um profissional para desenvolver sua loja em Magento.

contratando profissionais em Magento - imagem: Claudia Veja/FlickrContinuo afirmando com todas as letras a mesma afirmação radical que faço desde que comecei a mexer com Magento, 4 anos atrás: Magento não é pra iniciantes! Isso não quer dizer que novos profissionais não possam entrar na área, mas quer dizer que pra mexer com Magento você precisa ter uma base e uma experiência relativa. O Magento é cheio de pequenos truques que se não forem aprendidos (muitas vezes pela tentativa e erro), darão problemas mais pra frente. E esse mais pra frente é exatamente quando a loja virtual estiver crescendo e não puder ser submetida a falhas. Tendo isso em mente, vamos às dicas:

  1. se você for optar por desenvolvedores autônomos (nada contra, eu mesmo recomendo os meus aprendizes para serviços de pequeno porte), apenas se certifique de que ele tem uma estrutura mínima por trás e que seu projeto não acabará se ele mudar de emprego ou ficar doente
  2. aliás, o mesmo vale se você for contratar uma empresa: algumas empresas estão usando um modelo um tanto controverso de trabalho em que não tem nenhum profissional contratado, simplesmente atuando como um balcão de negócios. Longe de querer discutir se isso é ético ou não, o importante é que você tenha consciência disso e que a empresa tenha outras formas de garantir a entrega caso o fornecedor deles enfrente dificuldades
  3. peça pra ver o currículo ou portfólio do desenvolvedor ou empresa; não se acanhe quanto a isso porque é importante saber o que ele tem feito e como trabalha, até mesmo para saber se vocês têm estilos parecidos ou se são completamente incompatíveis
  4. se você quer contratar uma Magento Certified Partner, uma empresa certificada Magento, ela deve estar listada no diretório de Partners, no site da Magento; dê uma olhada lá e procure conversar com os antigos e atuais clientes deles para saber sobre seu modelo de negócios
  5. o desenvolvimento de uma loja Magento não se faz apenas com códigos, zeros e uns, mas sim com a soma de três elementos (que por acaso são a base das certificações em Magento): Developer, Designer e Business; para colocar uma loja de qualidade no ar é preciso pensar nela muito antes de começar o desenvolvimento e o profissional/empresa que for atender sua nova loja tem que ter isso em mente e pensar no negócio como um todo do começo ao fim
  6. por fim, o Magento é opensource e isso significa que seu código fonte é aberto e deve estar acessível a todos mas não impede que partes adicionais do código sejam fechadas – isso não será um grande problema se ficar claro desde o começo, ou seja, se você terá ou não acesso à sua loja e se poderá mudá-la de provedor quando quiser e em que condições isso se dar
Como contratar profissionais em Magento?
6 votos, 4.83 média (95% pontuação)