Temas para Magento - imagem: blog.velite.de
Quem ler apenas o título desse post pode achar que eu não acredito mais no Magento e nas suas ferramentas. Mas a resposta (apesar de pregarem que não devemos dar as respostas no começo do texto, para que o leitor se sinta atraído a ler o texto inteiro) é “Sim!”. Claro que a preparação para SEO do Magento Commerce, as ferramentas nativas em qualquer uma das versões, seja ela a Community, seja a Professional ou Enterprise, funciona e funciona muito bem.

O que a maioria das pessoas parece não perceber é que o Magento – e qualquer outra ferramenta de e-commerce preparada para otimização – não faz o trabalho sozinho, nem substitui um profissional de SEO. Não é porque o Magento Commerce é preparado para SEO, permitindo que sua loja esteja melhor preparada para os mecanismos de busca, que nenhum trabalho precisa ser feito. A melhor forma de entender isso é sabendo que o “Magento fará sozinho aquilo que você não designou para um profissional de SEO, da melhor maneira possível, no que estiver ao alcance de suas rotinas automáticas”.

Um exemplo são as metatags nas páginas de produtos. Tentando fazer simples algo mais complexo, resumo dizendo que há uma série de informações ocultas no código da página que serão lidas pelos robôs dos mecanismos de busca. Sempre que você – ou um profissional especializado em SEO – não preencher essas informações nos campos específicos da página de cadastro de produtos, o Magento tentará fazer da melhor forma possível.

Isso significa que ele pegará as informações do produto, como nome e descrição e montará as metatags. Também pegará o nome do produto e preencherá as tags alt das imagens do produto. Isso facilita, mas não completa o processo. O melhor é que você possa preencher manualmente essas informações, ao menos nos produtos mais importantes, para que eles possam ter o melhor desempenho possível.

A preparação para SEO do Magento funciona?
5 votos, 3.80 média (77% pontuação)