O ano de 2010 está chegando ao fim - imagem: entretermos.blogspot.comO ano de 2010 está chegando ao fim e eu imagino que tenha sido um ano bom, apesar de eu não ter conseguido realizar muitas das coisas que esperava e havia me comprometido profissional e pessoalmente. Nas duas próximas semanas decidi tirar férias e portanto vou encerrar o ano aqui no blog fazendo uma reflexão de tudo que aconteceu nos últimos doze meses e também falando um pouco das ideias para 2011.

Trabalhar por conta, ser o “dono do próprio negócio”, é algo que a maior parte das pessoas deseja, acreditando que tudo será mais fácil. O que não contam pra gente antes é que a partir do momento que se deixa de ser empregado – movimento que eu fiz logo ao sair da faculdade, dez anos atrás – tudo passa a ser responsabilidade sua. Não há mais um chefe em quem colocar a culpa e em vez de um, você passa a ter  vários, já que cada cliente é um chefe em potencial.

Desde julho eu já vinha refletindo sobre as perspectivas do mercado e como poderia fazer a Hydra Studio crescer, deixando de ser uma “eu-presa” e converter-se em uma empresa de fato, com CNPJ, equipe e escritório. Infelizmente, como já comentei aqui mesmo no blog, os desejos não passaram no teste do plano de negócios. As dificuldades em se formar uma equipe, a distância dos grandes centros (hoje moro no interior do Rio Grande do Sul), o alto capital a ser investido e o tempo de retorno não compensariam os riscos. Em outubro, decidi encerrar a Hydra Studio e me recolocar no mercado (vou falar um pouco disso no próximo post).

Pensando em 2010, listo as conclusões que eu cheguei:

  • o Magento Commerce é um ótimo software e muito promissor! Vale a pena seguir estudando, mantendo-se atualizado e buscando saber mais e entender o software. Porém, ainda não é a hora de Magento no Brasil. Eu espero que essa hora aconteça daqui a dois ou três anos, quando tivermos mais profissionais preparados e as empresas estejam dispostas a investir em uma plataforma mais complexa, com mais recursos
  • a hospedagem de sites em pequenas empresas vai acabar, pois os grandes vão dominar o mercado, com serviços cada vez melhores, suportes ágeis (ainda haverão algumas exceções, é claro) e preços competitivos
  • a área de marketing digital ainda está engatinhando e ainda tem muito espaço pra crescer; em um ou dois anos já faltarão profissionais nesse setor e ganhará dinheiro quem souber atender pequenas e médias empresas, que dispõem de poucos recursos, mas farão muita pressão para entrar no mercado virtual
  • a maioria das empresas ainda não está pronta pro mercado virtual, sejam elas grandes, médias ou pequenas ou ainda profissionais liberais que podem escoar seus produtos e serviços pelo mundo inteiro a poucos cliques mas por ainda não conseguirem visualizar esse horizonte, não fazem nada para mudar o ‘status-quo’
  • apesar de 4 meses atrás eu ainda não conseguir ver essa demanda, os celulares entrarão com tudo no mundo virtual. O último empecilho que eu via para que isso acontecesse – o custo e a qualidade das conexões móveis – vem sendo derrubado rapidamente
Reflexões sobre 2010
0 votos, 0.00 média (0% pontuação)
  • http://www.forumembuguacu.com.br/ Rogerio

    André, venha para EG, estamos de portas abertas. [carinha de bobo]

    Vamos ressuscitar o Egnet !!!!!!!!!

    Abraços, Feliz Natal para você e seus familiares.

    Rogerio

  • http://www.andregugliotti.com.br André Gugliotti

    Muito bem, Rogerio, obrigado pelo convite! Bom começo de ano pra vcs tb.