Do dicionário Michaelis:

eficaz: 1. Que produz o efeito desejado; eficiente. 2. Que produz muito. 3. Útil.

eficiente: Ver eficaz.

Não foi de primeira. O Michaelis não trouxe o que eu queria, vamos tentar de novo. Não tenho o Aurélio em casa (que vergonha, vou providenciar a compra de um) e por isso vou buscar novamente as definições no Dicionário Online de Português:

eficaz: Que possui a capacidade de desenvolver, em circunstâncias normais e sem ajuda externa, certo resultado. Que não falha; em que há segurança e validade; infalível, seguro ou válido: um remédio eficaz. Que é capaz de alcançar o resultado desejado; útil: um benefício eficaz.

eficiente: Que desenvolve alguma coisa, trabalho ou tarefa, de modo correto e sem erros, obtendo um ótimo resultado.  Que obtém ou ocasiona o resultado esperado; eficaz. Que alcança bons resultados com o mínimo de desperdício; competente.

Eficaz e Eficiente - imagem: Steve Hix/Somos Images

Gosto de dicionários mas algumas vezes eles não conseguem trazer a exatidão de um conceito ou sua ideia completa. Desde que comecei a dar aulas e palestras sobre empreendedorismo e e-commerce, o conceito de eficácia e eficiência me persegue. É mais ou menos a mesma ideia do “ótimo inimigo do bom” e do “Diabo que mora nos detalhes”. Conheço algumas empresas que não vão adiante porque focam demais na eficiência e esquecem da eficácia. Pois bem, qual é a diferença entre esses dois termos? Aliás, há diferença?

Como vimos nos dicionários, eficaz é aquilo que produz o resultado desejado. Ponto! Se temos um objetivo e esse objetivo é cumprido, fomos eficazes em nosso trabalho. Você precisava entregar sua declaração do imposto de renda e o prazo era 30/04. Você levou um sábado inteiro buscando os documentos necessários, perdeu horas tentando entender como preencher as diversas fichas do programa e enviou sua declaração na manhã do dia 30, poucas horas antes do prazo. Seu objetivo era entregar a declaração e você cumpriu. Você foi eficaz!

Mas será que você foi eficiente? Eficiente é o ótimo do eficaz, é cumprir os objetivos, com o melhor resultado possível, melhor uso e economia de recursos. Durante o ano de 2014, você recolheu e organizou todos os documentos necessários para o acerto com o Leão. Na primeira semana de março, já começou a buscar as informações necessárias, sabendo onde elas estavam, e já colocando os dados no programa gerador da declaração. No dia 15/03, já tinha concluído o preenchimento, revisou e enviou. Tudo isso, com pouco mais de meia hora de trabalho. Parabéns, você foi eficiente. Entregou sua declaração (eficácia), sem erros e com pouco consumo de recursos (eficiência).

Sempre recomendo que as pessoas busquem ser eficientes. Isso fará com que o nosso dia seja mais produtivo, que possamos fazer mais com menos, o retrabalho seja quase nulo e o resultado seja muito mais gratificante. Mas nem sempre dá pra ser eficiente. É nessa hora que devemos aprender a sermos “apenas” eficazes.

A quantidade de tarefas que devemos cumprir em nossa rotina diária de trabalho faz com que nem todas possam ser cumpridas da melhor forma possível. Se tentarmos, vamos acabar deixando alguma coisa de lado no fim do dia e aí, teremos a curiosa situação de que fomos eficientes em 5 tarefas mas deixamos de cumprir duas delas. Justamente essas duas eram importantes e sequer foram iniciadas. Às vezes, é preciso ser frio para decidir qual tarefa deixará ser ótima para que outras duas tarefas sejam boas como essa.

Colocando no ambiente do comércio eletrônico, às vezes, vale muito mais à pena fazer várias vendas com valor baixo do que tentar fazer uma grande venda. Em outras palavras, o consumidor colocou um produto de 100 reais no carrinho e em vez de você batalhar para que ele feche o pedido, resolve oferecer outros 10 produtos de 50 reais, na expectativa de convencê-lo a comprar mais. Nessa distração, ele abandona sua loja e não leva nem o produto de 100, nem o de 50. Você quis ser eficiente e não conseguiu sequer ser eficaz.

Esse tipo de ideia vale muito para quem ainda precisa conseguir o básico. Se você está em um estágio inicial, busque ser eficaz, busque atingir os resultados, mesmo que seja “jogando feio”, sem encantar. Uma tela feia e uma plataforma ruim estão conseguindo trazer vendas. Ótimo, continue assim, venda mesmo que seja de uma forma longe da ideal. Aos poucos, vá alterando sua forma de pensar e agir para produzir melhores resultados. Melhore o carrinho, melhore os produtos, otimize seus preços e sua logística, deixando de ser apenas eficaz para ser eficiente.

Falando em jogar feio, outro exemplo de eficácia x eficiência: um time de futebol sempre goleia quando joga em casa mas sempre empata quando joga fora de casa. Em casa, ele é eficiente, fora de casa, sequer eficaz. Outro time, ganha sempre de 1 a 0 em casa e consegue ganhar também de 1 a 0 fora de casa. Ele é eficaz, tanto dentro, como fora de casa. No final do campeonato, mesmo sem ter jogado bonito, acaba por sagrar-se campeão. Eficácia, sempre! Eficiência, sempre que possível.

Você é eficaz e eficiente?
0 votos, 0.00 média (0% pontuação)