Orçamento de Lojas Virtuais - imagem: Rob Daly/Ojo ImagesQuem me acompanha há algum tempo, sabe que a pergunta que eu mais respondo é: “Quero fazer uma loja virtual, quanto custa?”. Sempre que isso acontece, eu peço o planejamento da loja e uma lista de requisitos, o que normalmente resulta em uma resposta do tipo “Eu quero uma loja como a loja Tal, igual àquela”. A partir daí, normalmente o cliente sai frustrado ou bravo comigo.

Não dá para querer orçar uma loja virtual sem saber como ela será nem apenas se baseando em outras lojas parecidas. No máximo, conseguimos ter uma base de valores, apenas para guiar o montante de investimentos necessários e muitas vezes com grande chance de erro. Construir uma loja virtual é exatamente como construir uma casa: se você começa sem projeto, sem saber exatamente o que você espera daquela casa, há grandes chances de o projeto sair errado e custar muito mais que a projeção inicial, sem falar no retrabalho.

Nesse post, vou tentar fazer um passo-a-passo do que vocês precisam ter em mãos antes de começarem a orçar suas lojas. Mãos à obra!

1) Tenha em mãos seu planejamento

Não tem jeito! Você não conseguirá ter uma loja virtual de sucesso se não tiver ao menos um planejamento básico em mãos. Novamente, eu não estou dizendo que você não fará sucesso se não tiver um plano de negócios de primeira linha, mas seu caminho ficará muitas vezes mais difícil se você deixar de fazer ao menos um planejamento mínimo, que avalie o mercado, seus produtos, seus consumidores e os potenciais caminhos a seguir para atingir seus objetivos.

Então, antes de qualquer coisa, você deve preparar esse planejamento – aqui no blog já escrevi várias vezes sobre isso, você pode olhar a série Como Montar uma Loja Virtual Antes do Natal, que postei em 2012, ou a série mais recente, Planejamento para 2014. Também dedico um capítulo inteiro em meu livro “Lojas Virtuais com Magento”, à venda nas melhores livrarias. Esse planejamento é a base do orçamento que será feito lá adiante e vai trazer segurança e reduzir custos.

2) Monte a lista de requisitos de sua loja

Muitos clientes chegam até mim querendo as lojas mais completas do mundo. Pois se eles gostariam de ter uma BMW totalmente equipada, esse também é meu desejo. A questão é: temos condições de comprar uma BWM totalmente equipada? Utilizaremos todos os recursos que esse carro oferece em nossa jornada diária? Quais são os acessórios que não são essenciais? Quais são as utilidades que esses acessórios proporcionarão? É preciso ter em mente que deve-se começar de baixo e subir as poucos, investindo os recursos disponíveis com sabedoria.

Assim, com base em seu planejamento, você deve relacionar os requisitos que sua loja virtual deverá ter, pensando no que você vai vender e para quem você vai vender. Dessa forma, você saberá se precisa de um canal de vídeos integrado à loja, se precisará de fotos em alta definição, com recurso de 360 graus, se será necessário estruturar um programa de afiliados ou implantar uma relação de perguntas e respostas. Apesar de você já precisar ter em mente as dificuldades e os custos desses recursos, você deve listar tudo aquilo que será necessário e explicar em poucas palavras porque ele será importante.

3) Pesquise para ver em que lojas você encontra os requisitos

Faça uma pesquisa em lojas virtuais para ver onde você encontra recursos semelhantes aos que você utilizará. Isso facilitará na hora de fazer o orçamento pois haverá um modelo a seguir. Se os modelos utilizados nos concorrentes não atendem totalmente ao que você precisa, já determine isso na lista de requisitos, mostrando onde estão as falhas e o que precisa ser melhorado.

4) Estabeleça uma ordem de prioridades

Entenda: você não tem recursos infinitos! Você não deve gastar todo seu dinheiro na construção de sua loja virtual porque ele faltará na hora mais importante que é o da divulgação. Especialmente quando se fala de Magento, a implantação de acessórios extras é fácil e rápida, desde que pensada desde o começo. Não há a necessidade de sair com sua loja virtual “completa de fábrica”.

Portanto, seja franco e sincero com você mesmo e estabeleça uma ordem de prioridades em seus requisitos de modo que você possa dividir a implantação em etapas e diluir os custos de desenvolvimento. É melhor você ter uma loja mais simples e funcional que possa começar a gerar receita para sua empresa que ter uma loja completa e cara que não é visitada porque falta verba para o marketing.

5) Defina o layout de sua loja

Defina as linhas a serem usadas no tema de sua loja virtual Magento. Não é preciso definir o tema em si agora, mas você deve ter as linhas gerais a serem seguidas e isso pode ser feito a partir de sites que você goste e que tenham a ver com o perfil do público que você quer atingir. Lembre-se: sua loja não é para você, mas para o seu cliente e é nele que você deve pensar. Já comece a avaliar se é possível usar temas prontos – sensivelmente mais baratos e de implantação mais rápida – ou se precisará utilizar temas personalizados – que dependem da criação do designer e do desenvolvimento completo pela empresa contratada.

6) Refine a construção do catálogo de produtos

Poderíamos parar no item 5, mas um último passo ainda é interessante. Refine o seu catálogo de produtos para ajudar no orçamento, de modo que o desenvolvedor já possa entender como esse catálogo será estruturado em termos de departamentos e categorias, mas também em termos de atributos e jogos de atributos. Esse passo não é essencial, pois o catálogo será construído durante o desenvolvimento da loja, mas pode facilitar o trabalho e evitar surpresas, como uma informação “esquecida” de que um catálogo terá 2.000 produtos em 50 categorias quando se esperavam 200.

O orçamento de uma loja virtual não é e nem precisa ser traumático. Basta que não se pulem as etapas para que o orçamento e o realizado estejam muito semelhantes e que sua loja virtual seja entregue no prazo e sem sustos. Boas vendas!

Como fazer orçamentos de lojas virtuais?
2 votos, 5.00 média (95% pontuação)
  • Pingback: Procurando um curso completo de Magento? | Blog do Magento, por André Gugliotti()

  • Pingback: Procurando um curso completo de Magento? - Comunidade Magento - Onde a União Faz a Força!!!()

  • Sergio Alves

    Olá boa noite, lí todo o seu conteúdo e foi muito esclarecedor. Sou administrador de redes em informática a 18 anos e devido aos altos e baixo dessa profissão, resolvi buscar e estudar as áreas que realmente me chama atenção como vestuários de ambos os sexos e também de alimentos. Mas o que mais me chamou atenção foi roupas. Então, decidi a começar um novo projeto, uma loja virtual de vendas de roupas masculino, feminino e plus sizes. Já tenho o site pronto, e o projeto inicial planejado no papel. O processo inicial o corpo operacional é que mais me preocupa, pois em mente eu teria que ter uma pessoa na área logística, uma pessoa na área, uma na área financeira e outra na área operacional do site. Isso já me assusto, porque preciso gerar dinheiro para pagar esse pessoal. A ideia de uma amiga de marketing digital, seria colocar um vendedor(a) na rua e fazer divulgações em mídia localizadas em pontos comerciais, uma pagina no Facebook, uma fan-page. E uma inovação no mercado virtual de compras online, quando o cliente comprar, claro que depois de um cadastro feito e completo e ao comprar o produto de seu interesse, ele receberia o produto no mesmo dia. – Ex: Se compra-se no período da manha até as 12:00hs, ele receberia o produto até as 18:00hs do mesmo dia, e se compra-se depois desse horário, ele receberia no outro dia antes do 12:00hs. Mas o que tá pegando é a parte financeira para os custos para o ponta pé inicial. Ao meu modo de ver, eu precisaria de um valor de R$ 20.000,00 para inicial 100%. Gostaria de sua opinião e se o caminho é esse para inicial o meu projeto ou que falta. Valeu. Caso precise aqui vai meu e-mail: contato@vestemagazine.com.br