Vídeos no e-commerce - imagem: Tanya Grant

Vale a pena reforçar aqui, até mesmo porque a maioria esmagadora das lojas não faz uso dessa importante ferramenta. Um vídeo é um excelente instrumento para divulgar seu produto, apresentá-lo para o cliente, fazer com que ele tenha uma visão muito melhor do que está comprando e quais seus diferenciais.

Porém, não é qualquer vídeo. Um vídeo malfeito, em que não seja possível ver o produto ou que deixe ainda mais dúvidas sobre ele, é um tiro no pé. É preciso tomar uma série de cuidados na hora de preparar um vídeo para ser mostrado em sua loja virtual, da mesma forma como você trata das fotos dos produtos para comércio eletrônico.

Lembre-se: o cliente não está tocando o produto, não tem o produto em mãos e pode facilmente se equivocar, comprando algo que não era o que esperava, o que resultará em retorno de produto e cancelamento de pedidos.

O primeiro ponto é não fazer vídeos muito longos. Não há uma duração ideal, mas eu entendo que 2 minutos sejam suficientes para você apresentar seu produto, suas principais características. Mais do que isso pode espantar clientes que ainda não estejam muito certos sobre o produto e que não queiram perder tempo.

Nada impede que você coloque outros vídeos, com maior duração, até mesmo reviews de especialistas. Até recomendo isso (os reviews de especialistas), mas o vídeo oficial de seu produto deve ser curto. Sendo curto, o segundo ponto é que ele deve ser direto. Você tem dois minutos para apresentar seu produto. Portanto, foque no que ele tem de melhor, nas características que são as que têm o maior poder de convencer o cliente.

Se o orçamento estiver realmente curto, você pode fazer alguns vídeos por conta própria, usando até mesmo a câmera de seu celular. Porém, se seu orçamento for um pouco maior, contrate uma produtora para fazer vídeos profissionais ao menos dos 5% mais vendidos / mais disputados. Eles terão uma visão que você não tem e contarão com recursos que normalmente não dispomos em vídeos caseiros.

Resolveu fazer o vídeo em casa? Nunca, jamais, em hipótese nenhuma grave com o celular na vertical. O vídeo ficará com tarjas pretas na lateral, dando um aspecto horrível e cansativo. Veja como montar um mini estúdio fotográfico e pense em investir em uma câmera profissional. Assim, você poderá fazer as fotos e os vídeos no mesmo lugar e com o mesmo equipamento.

Tenha cuidado com a iluminação, para que ela não distorça as cores do produto, dando um aspecto que não é real. Procure não limitar-se a filmar o produto como se fosse uma série de fotos e busque ângulos e detalhes. Mostre o produto em funcionamento, novamente, realçando os pontos fortes.

Você pode colocar um fundo musical – há diversos sites que vendem trilhas prontas – ou colocar um locutor explicando o produto. Também devem ser inseridos textos explicativos, curtos, diretos, mostrando os pontos desejados a cada cena. Importante: o português tem que ser perfeito. Portanto, revise tudo antes de gravar o áudio e lançar o vídeo.

Por fim, se possível, mostre o produto realmente em uso, fora do estúdio. Busque locações perto da empresa onde você possa fazer bons vídeos. Se você vende roupas, providencie modelos (profissionais ou parentes), busque um parque ou lugar interessante na cidade e mostre como as pessoas são utilizadas e como estão inseridas em um contexto. Isso facilitará muito para o consumidor, pois ele deixa de ter a referência estática, fria, para assistir a um filme, com muito mais informações.

Utilizando vídeos para promover seu produto
0 votos, 0.00 média (0% pontuação)