teclado de computador com tecla "carrinho" - imagem: Jonathan Kitchen/Digital VisionNo começo do ano eu contei pra vocês que tinha escolhido o tema de redes sociais para trabalhar em meu TCC, no MBA de Administração de TI, da Unisinos. O meu orientador bem que avisou que eu estava querendo muita coisa pra pouco tempo e pouca base, já que o tema é complexo e ainda há muito por se fazer.

Mas no mês passado eu apresentei a monografia intitulada “Ativação de clientes em redes sociais no comércio eletrônico”. Publiquei a monografia completa em meu canal no SlideShare e também disponibilizei ali embaixo, após o post. Quem quiser se basear nela e seguir o trabalho (eu vou seguir, em breve, após dar vazão a algumas prioridades mais imediatas), fique à vontade e lembre-se que eu estou à disposição para ajudar e tirar dúvidas.

Pra quem não quer ler todo o trabalho, vou fazer um resumo aqui nesse post. Vamos a ele:

  • e-commerce ainda é muito novo, mesmo com sua década de vida; as pessoas, mesmo aqui no Brasil, que é conhecido por ser early adopter em tecnologia, ainda tem muita dúvida em relação a como comprar e o quanto vale a pena comprar pela internet
  • é preciso estudar mais e se aprofundar mais no que acontece no comércio eletrônico; as empresas não sabem como agir e na maioria das vezes acreditam que os métodos para tocar uma operação virtual são os mesmos que os de uma operação física
  • as ferramentas que temos para mensurar as ações em redes sociais ainda estão aquém das necessidades que já temos e que teremos nos próximos anos e ainda que elas evoluam um outro gargalo surgirá, o de profissionais treinados para entender, analisar e propor ações que possam fazer a loja virtual vender mais utilizando a força das redes sociais
  • a cauda longa, proposta por Chris Anderson, é um importante elemento no sucesso de lojas virtuais, já que é possível segmentar seu mercado em níveis não imagináveis até poucos anos atrás e ganhar escala buscando público no mundo inteiro
  • os consumidores estão mudando sua cultura e as empresas precisarão mudar também; à medida que os consumidores entendem como funcionam as regras do jogo no e-commerce, eles ficarão mais exigentes e menos fiéis

Falando especificamente de Facebook, eu analisei três páginas de fãs, com base na pesquisa de SCIQ da 8th Bridge: a Game Stop, a Victoria’s Secret e a Walmart. Em comum um alto número de fãs, atualização de conteúdo constante e conteúdo com potencial de ser compartilhado, alta interação com o público e diversos canais de atendimento e informação. Nenhuma dessas páginas é comum e certamente não foi construída do dia pra noite, mas o esforço compensa.

 

Leia o meu TCC sobre Redes Sociais e Comércio Eletrônico na íntegra:

 

Comentários sobre o TCC sobre redes sociais
2 votos, 4.50 média (88% pontuação)
  • Pingback: Segmentando suas lojas e vendendo mais | eCommerce com Magento()

  • augustoalfredoneto

    Caro Gugliotti.
    Estou na fase de Planejamento do Tcc e devo pesquisar e concluir esse trabalho e-commerce.
    Ficarei grato se você, como argumentou no começo do texto, enviar informações devido sua experiência, que será de grande valia para mim e minha equipe.
    Grato.
    Augusto Alfredo Neto
    augustoalfredoneto@bol.com.br
    ( 19 – 34342663 ) Piracicaba – SP.

  • http://www.andregugliotti.com.br/ Andre Gugliotti

    Olá, Augusto,
    Não envio informações mas respondo perguntas bem formuladas enviadas para o e-mail do contato, 😉